(Fonte da imagem: Annie Tritt/The Wall Street Journal)

Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto J.D. Power and Associates, motoristas dos Estados Unidos têm grande interesse em adquirir uma das mais novas e caras tecnologias para seus próximos automóveis: a condução autônoma.

O sistema faz com que o carro tenha o controle de absolutamente tudo, deixando de lado a interação humana para funções como aceleração, frenagem e, até mesmo, a direção. Enquanto a tecnologia ainda é desenvolvida e testada, cerca de 20% dos motoristas estadunidenses afirmam que “definitivamente” ou “provavelmente” incluiriam a tecnologia em seu próximo veículo, mesmo sabendo que o valor estimado para o sistema é de US$ 3 mil. Antes de saber o preço, a porcentagem era ainda maior: 37% afirmaram que comprariam o sistema.

Em entrevista para o site BGR, Mike VanNieuwkuyk, diretor executivo da J.D. Power and Associates, afirma que “muitos proprietários estão céticos sobre deixar o controle de seu veículo e gostariam de ver a tecnologia aplicada e funcionando antes da compra”.

Segundo a pesquisa, homens que vivem no perímetro urbano com idades entre 18 e 37 estariam entre a maioria interessada no sistema. A pesquisa foi realizada em março deste ano, com resultados baseados nas respostas de mais de 17.400 donos de veículos em território americano.

O estudo é, sem dúvidas, um grande incentivo aos investidores do projeto e engenheiros da Google, que já estão desenvolvendo, testando e buscando parcerias para o sistema que deve criar o primeiro carro totalmente automático da história.

Fontes: J.D. Power and Associates, BGR